Informação sobre candidíase, causas, sintomas, diagnóstico e tratamento de candidíase, nas formas bucal, vaginal e outras. Abordamos a candidíase genital no homem, com dicas para melhorar a qualidade de vida de quem sofre deste problema de saúde. Identificamos a dieta apropriada para quem sofre de candidíase.


quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Diagnóstico de Candidíase

A candidíase é mais frequentemente diagnosticada com base em achados clínicos. Os sintomas da doença especialmente para candidíase oral e vaginal podem ser diagnosticados.
Características importantes que são verificadas no diagnóstico de todos os tipos de candidíase incuem:
- a história de episódios anteriores de candidíase;
- imunidade enfraquecida;
- ingestão de esteróide ou antibiótico.

Diagnóstico de candidíase oral

No diagnóstico de candidíase oral o aparecimento das lesões são característicos. Para confirmar o diagnóstico, uma raspagem das áreas afetadas pode ser colhida e analisada ao microscópio. Um número anormalmente elevado de levedura servirá o diagnóstico.
Uma cultura da raspagem para promover o crescimento do organismo causador, embora, não possa servir por si só para um diagnóstico preciso, uma vez que Candida normalmente existe no corpo e a sua presença no organismo não é indicativa de uma infecção.

Diagnóstico de Candidíase Vulvovaginal

No exame físico por si só não pode ajudar a diagnosticar a candidíase vulvovaginal uma vez que muitas outras infecções fúngicas imitam a infecção por Candida. Torna-se necessário realizar um exame ginecológico completo com um espéculo. Normalmente, o diagnóstico é feito tomando uma amostra da secreção vaginal e examinando-a sob um microscópio para ver se existe um número anormalmente elevado de organismos Candida 
Para isso um esfregaço vaginal é feito com um cotonete. O cotonete é misturado com uma gota de hidróxido de potássio e colocado sobre uma lâmina, antes de ser colocado sob um microscópio. Realizer este xame apenas uma vez não se torna útil uma vez que estes organismos são habitantes normais da vagina.
A acidez ou alcalinidade das secreções vaginais também podem ajudar no diagnóstico. Isto torna-se útil em infecções recorrentes. Um nível de pH de 4 a 4,5 é normal.
Exame vaginal incluirá a palpação e exame de outros órgãos, como o útero e os ovários para verificar a propagação da infecção.

Diagnóstico de candidíase invasiva

Candidíase invasiva é diagnosticada com a ajuda de cultura do sangue.


ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL